sábado, 13 de maio de 2017

Rosa de Hiroshima Vinicius de Moraes, concebeu o poema “A Rosa de Hiroshima”, logo após os Estados Unidos lançarem a primeira das duas bombas nucleares sobre o solo japonês, em agosto de 1945, no conjunto, cerca de 350.000 pessoas morreram. Por meio de metáforas preciosas, Vinicius de Moares pretendeu “imortalizar” esse evento, como o próprio termo “rosa”, que, destituído de sua simbolização positiva, expressa mais de uma correspondência negativa.